“Hello my darkness” de Laura Zennet, nasce após um processo interno vivido

“Hello my darkness” de Laura Zennet, nasce após um processo interno vivido

Ela é cantora, compositora, multi-instrumentista, produtora musical, atriz e abriga mais de mil e uma mulheres dentro de si mesma. É com essa pluralidade que Laura Zennet se inspira para a nova fase de sua carreira, com o lançamento “Hello my darkness”. O single que já está disponível nas plataformas digitais, agora ganha o clipe inédito, que une todas as faces artísticas da cantora, convidando o espectador a fazer um mergulho interior e encontrar-se por completo.

 

“A música ‘Hello my darkness’ nasceu depois de um processo interno que passei,  em relação a minha própria carreira. Eu sentia que faltava algo e, agora, me sinto completa. Quero inspirar as pessoas a se libertarem desses padrões que limitam a totalidade de quem somos “, comenta Laura, que assina a composição ao lado de Robson Ebaid. A cantora também é responsável pela produção musical do single, com finalização, mixagem e masterização de Bry Adam Ortega.

 

Em sua estética sonora Laura mescla elementos da música eletrônica, lo-fi, Trip hop e pop, em uma vibe “cinematic atmosfere”. Suas principais referências são nomes como Massive Attack, Florence and The Machine e Bishop Briggs. Além disso, em seus próximos shows a artista passará a performar de forma solo, no estilo “One Woman Band”. “Eu gosto de propor uma experiência sinestésica para o público, tenho essa veia dramática em tudo o que faço, então estou preparando algo bem diferente e não vejo a hora de revelar”, finaliza.

 

Ficha Técnica – Hello My Darkness:

 

Composição: Laura Zennet e Robson Ebaid

Voz e piano: Laura Zennet

Produção Musical: Laura Zennet

Finalização da produção musical: Bry Ortega

Gravação da voz: Jorge Guerreiro

Mixagem e Masterização: Bry Ortega

 

SOBRE LAURA ZENNET

 

Aos 35 anos, Laura tem uma carreira plural e uma vivência que transcende fronteiras. A artista nasceu na Holanda, mas veio para o Brasil ainda bebê com os pais, que são naturais de Minas Gerais. Cresceu em Belo Horizonte e aos 17 anos realizou seu primeiro intercâmbio para a Hungria, onde adquiriu fluência nos idiomas inglês e húngaro. Depois, cursou Comunicação Social na PUC Minas, fez um semestre de intercâmbio em Nova York e, ao voltar para o Brasil, formou-se em teatro. Aos 23 anos mudou-se para o Rio de Janeiro, onde mora até hoje, e trabalhou por um período em uma multinacional holandesa, onde atuou com administração, marketing e eventos. Deixou o cargo para dedicar-se totalmente a sua carreira artística e retornou à Nova York para se especializar em teatro musical. Em 2017, lançou seu primeiro EP com quatro músicas autorais, sob uma temática de rock, jazz e blues. No ano seguinte retornou à Hungria para cursar ensino de canto. Voltando ao Brasil, adquiriu diversos outros certificados para gerir sua própria carreira, completando sua visão 360 (do artista)  na prática. Após uma imersão de dois anos em diversas sonoridades, Laura resgatou a música eletrônica, parte da sua essência e também da sua adolescência, numa transformação por completo no trabalho. Neste ano, a artista se formou em produção musical na AIMEC (Academia Internacional de Música Eletrônica), e produziu seu mais novo single: “Hello My Darkness”, canção que marca sua nova fase solo, na qual a artista passará a realizar as suas performances ao vivo no estilo “One Woman Band”.

Higor Vicente

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

%d blogueiros gostam disto: