Tierry lança novo single “Vira-Lata Caramelo”

Tierry lança novo single “Vira-Lata Caramelo”
Foto: Divulgação

Ele tem o dom de falar de amor de forma direta, mas com metáforas e termos atuais que deram origem a um novo estilo musical dentro do romantismo: o tierrismo. Para fazer jus ao título, Tierry apresenta “Vira-lata Caramelo”. Já pelo nome a canção dá o tom à obra o cantor. O lançamento acontece nesta quinta-feira, 4 de maio, às 21h, nas plataformas de áudio e, no Youtube, dia 5/5, às 12h.


“Vira-lata Caramelo” foi gravada no audiovisual “Volta, as crianças sentem a sua falta”, no Rio de Janeiro, no mês de março, e ganhou participação especial de Zé Neto e Cristiano. Para estrear um registro de sucesso, Tierry descreve seu palpite a hit: “Sempre aposto que pelo menos cinco músicas novas vão virar sucesso. “Vira-lata caramelo” é uma. Ela fala sobre o cara largado na calçada que começa a desabafar com o cão: ‘que você tem de pulga nessa vida eu tenho de chifre’. E a parceria com os meninos, que têm essa vibe alegre, também vem de encontro à proposta da música.”

O TIERRISMO EM CARAMELO

Tierry criou uma nova linguagem na música, o “Tierrismo”, faz jus à sofrência que tão bem o representa, sempre com um toque de farrinha para mostrar que o segredo é ver leveza em tudo. Mas ele não contava que poucos dias antes de sua estreia o vira-lata caramelo -que é um dos queridinhos nas redes sociais brasileiras- pode se tornar um importante patrimônio imaterial do país. Um projeto de lei apresentado na Câmara dos Deputados quer reconhecer a expressão “Vira-Lata Caramelo” como uma manifestação imaterial do Brasil. E Tierry completa: “Achei super importante a proposta feita pelo deputado federal Felipe Becari. Quando escrevi sobre a música, eu queria trazer este toque do popular como em todas que componho e canto. Vale ressaltar ainda que o projeto caracteriza o cãozinho como “um dos cachorros mais populares e amados” do Brasil. Além disso, menciona a “mistura de raças” do cachorro, o que, segundo ele, “mostra que a diversidade é uma das nossas maiores riquezas”.
É como já virou até jargão: “Essa é mais uma do Tiehit!” A ver e ouvir mais uma composição de sua autoria.


Com vocês, “Vira-lata Caramelo”:
“Choro entalado /Pelo chão jogado/ Passa e tira um sal/ Bebida e cigarro / Eu fui enganado/ Fui sacaneado/ Semblante embalado/ Tô embriagado/ E de repente um doguinho/ Franzino, magrinho /Deita ali do meu lado/ Pedindo um carinho/ Parece que foi Deus quem mandou ele lá / Pra eu poder desabafar / Vira-lata caramelo /Deitar na calçada é triste /O que você tem pulga/Esse homem tem de chifre / Vira-lata caramelo/ Nessa vida eu sou um cachorro/ Ela engravidou e eu não sei se é meu ou de outro.”

Higor Vicente

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *