Sami Chohfi lança novo single, “Anodyne”, com clipe nostálgico gravado em Super-8

Sami Chohfi lança novo single, “Anodyne”, com clipe nostálgico gravado em Super-8

O músico americano-brasileiro Sami Chohfi comemora nesta quinta-feira (18), o lançamento do seu mais novo single, Anodyne“. A nova faixa está disponível em todas as plataformas digitais

“Anodyne”, por definição, é uma palavra sem tradução literal em Português que significa droga ou medicamento analgésico e Sami a usa aqui como uma metáfora do que a música significa para ele. A letra da faixa traz um significado muito pessoal, mas cujo sentimento com certeza será compartilhado e sentido por muitas pessoas em busca de um objetivo. “Compor é minha fuga e tocar ao vivo é minha salvação pessoal”, ele confessa. “Através dessa música, quis expressar meus sentimentos sobre a atual indústria musical, incluindo minhas dúvidas pessoais e inseguranças sobre minha própria carreira. Por um lado, sou muito apaixonado por escrever canções onde posso compartilhar meus pensamentos e talvez ter um impacto na vida das pessoas. Por outro lado, hoje em dia é tão fácil divulgar sua música, mas tão difícil de fazer com que ela seja realmente ouvida. Então é frustrante produzir um material que pode ou não chegar aos ouvintes. Isso me traz algumas dúvidas, me faz questionar se estou fazendo a coisa certa na minha carreira e também me faz questionar minhas escolhas. Então ‘Anodyne’ é a expressão desses sentimentos confusos, porém somente através da música eu sinto que estou cumprindo meu propósito. A música é minha droga, é minha cura para minhas dúvidas e frustrações”, afirma.

A faixa vem acompanhada de um videoclipe gravado em filme Super 8-M, que remete aos videoclipes da MTV dos anos 1980 e todas as filmagens antigas contidas nele são ocorrências da vida real do diretor Arturo Querzoli capturadas em fita. “Queríamos levar as pessoas de volta aos anos 80 e 90, quando as coisas eram muito mais simples. O objetivo do vídeo é levar o espectador de volta no tempo e fazê-lo sorrir por alguns minutos”, explica Sami. “Queríamos reviver nossas festas de colégio, a primeira vez que bebemos demais com nossos amigos, nosso primeiro beijo, nosso primeiro amor, aquela primeira vez que você ouviu uma música que te emocionou ou a primeira vez que você viu um videoclipe que marcou em sua memória”. 

“O vídeo que fizemos juntos foi um dos projetos mais especiais da minha carreira, porque mescla imagens uma fita Super 8 digital que eu gravei durante o ano que morei nos Estados Unidos fazendo intercâmbio – ali estão minha família, meus amigos, muita coisa pessoal – com cenas filmadas com a mesma câmera, uns 25 anos depois”, comenta o diretor Arturo Querzoli. “Nós quisemos trazer não só a nostalgia, mas todas as emoções que vem com a música – a ansiedade do amor platônico, as tretas e palhaçadas de moleque… é uma compilação de memórias, de experiências que espero que ajudem a exaltar a força desse som que é maravilhoso.”

Arturo e Sami inclusive mostraram o vídeo para a galera que aparece no vídeo – a maioria de uma cidadezinha de 4 mil habitantes no meio dos EUA – e todos ficaram todos loucos de se ver ali, 25 anos mais jovens. “Foi emocionante e muito bonito”, conta Sami.

Sobre a expectativa em relação ao lançamento da música e do clipe, o artista já sabe: “Espero que a música e o clipe façam as pessoas sorrirem e lhes causem arrepios. O vídeo é uma máquina do tempo e está repleto de felicidade, família, amigos e experiências da vida real pela primeira vez capturadas em fita vintage super 8mm”, finaliza. 

Sami deve voltar ao país para uma outra série de apresentações ainda este ano e promete muitas novidades para breve, incluindo novos singles.

Redação

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *