Ponto de Equilíbrio se une ao Mato Seco em canção sobre ação e “Reação”

Ponto de Equilíbrio se une ao Mato Seco em canção sobre ação e “Reação”

Olho por olho, dente por dente e um mundo inteiro girando para que tudo que seja feito, também seja pago. “Reação”, novo single da referência do Reggae brasileiro Ponto de Equilíbrio, traz a mensagem da lei universal da ação e, como o próprio nome já diz, reação. O single, que dá sequência aos lançamentos do novo álbum da banda, conta ainda com a participação do Mato Seco para abrilhantar os vocais e chega a todos aplicativos de música nesta sexta-feira.

Composta pelo tecladista Tiago Caetano e produzida pela Blesses Studio, “Reação” tem como referência melódica Peter Tosh, mais especificamente da canção “Reggaemylitis”, trazendo um pouco do metal. “A letra surgiu em uma conversa com minha filha mais velha sobre uma pegadinha que queria pegar em outra amiga. Então, adverti ela sobre essa ação, que poderia causar uma reação desagradável, e citei exatamente a frase da música: “olha, filha, tem certeza que você vai fazer isso? Mês que vem é o seu aniversário e quem bate também apanha”. Na hora já olhei pra minha esposa e falei em voz alta: Isso dá música!”, relembra Tiago.

A canção conta ainda com a participação da Mato Seco, uma espera muito aguardada pelos fãs das duas bandas. A mistura do timbre de voz do Helio Bentes encaixou perfeitamente com a do Rodrigo Piccolo, proporcionando uma pedrada roots como nunca vista antes.

“Reação” é o segundo de uma série de lançamentos da banda que promete ainda um álbum completo até o final do ano e foi viabilizado pela Kilimanjaro Records, um dos mais importantes escritórios de gestão de carreira do Rio de Janeiro. “Mais que Desejo”, primeiro lançamento, conta com a grande parceria com Maneva e já está disponível em todos aplicativos de música.

O Ponto de Equilíbrio já nasceu um sucesso. Em seu primeiro CD, gravado e lançado de forma independente, a banda alcançou a marca de 50 mil cópias vendidas, conquistando a notoriedade necessária para que fossem procurados por grandes gravadoras. De lá para cá foram lançados 4 álbuns de estúdio, 2 DVDs ao vivo e algumas coletâneas, disponíveis nas plataformas digitais.

Ao longo de 20 anos de carreira, o Ponto construiu uma legião de fãs que levaram muita energia positiva para grandes palcos do Brasil e de outros países, como Itália, Noruega, Portugal, Chile, Argentina e Moçambique. Identificado por muitos como a principal representante do Reggae Roots brasileiro, a banda traz na história músicas gravadas com Don Carlos, The Congos, Groundation e Alborosie, ícones do Reggae internacional. Entre os artistas nacionais, a banda coleciona participações com nomes de peso: Ivete Sangalo, Emicida, Marcelo D2, Gabriel Pensador, Rael, Rincon Sapiência, entre outros.

Higor Vicente

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

%d blogueiros gostam disto: