Participante de ‘No Limite’, Flávia Assis tem destaques surpreendentes durante a temporada

Participante de ‘No Limite’, Flávia Assis tem destaques surpreendentes durante a temporada
Foto: divulgação Gshow.

Os melhores momentos da competidora foram marcados de determinação e garra

A 6ª edição do programa No Limite, da Rede Globo, acaba de ir ao ar. Os participantes, que inicialmente foram divididos em duas tribos, a Tribo Sol e a Tribo Lua, enfrentaram muitas aventuras e emoções. Com a separação dos grupos, Flávia Assis teve grande parte de sua trajetória na Tribo Sol. A especialista em Terapias Integrativas demonstrou toda sua garra e determinação do início ao fim da temporada.

A competidora tem um histórico de atleta – ganhou títulos no vôlei feminino -, alinhado ao seu bom desempenho físico, velocidade e muita força física. Essas características foram ainda mais ressaltadas durante sua vivência no programa.

A primeira Prova da Imunidade da temporada, que aconteceu no dia 3 de maio, foi conquistada pela Tribo Sol. Na última etapa da prova, os participantes que chegassem na areia deveriam acertar três alvos com os cocos. Quem destruísse os alvos primeiro, era o campeão. Mesmo em uma dinâmica debaixo de chuva, a Flávia deu nome e acertou os alvos que garantiram a vitória da Prova da Imunidade de seu grupo.

A integrante deixou registrado, desde o começo, que o trabalho em equipe era fundamental. Jogando com muito foco e união, sua participação foi determinante para a conquista da segunda Prova do Privilégio, ajudando sua tribo a conseguir fogo e comida. Além de ser ágil, passando pelas estruturas rapidamente, sempre auxiliava os demais durante a prova.

Não somente nas dinâmicas que a ex-jogadora de vôlei se mostrava apta a colaborar com seu time, como também os ajudava em outras situações. Momentos antes do segundo dia de disputa, percebendo que Verônica, estava com dificuldades, sentindo dores no corpo, Flávia imediatamente foi prestar suporte emocional e ainda utilizou técnicas da massoterapia para garantir a melhora de sua parceira de jogo.

Em uma segunda vitória consecutiva para a Tribo Sol, o grupo foi o vencedor da sexta Prova do Privilégio. Os membros das equipes precisavam se equilibrar em um tronco de madeira e quando Fernando Fernandes, o apresentador do reality, desse o sinal, deveriam atravessar o objeto passando pelos colegas de tribo.

Os ventos estavam fortes, o que dificultou o equilíbrio e fez com que o time adversário saísse na frente. Mas a especialista em Terapias Integrativas e seu grupo ganharam de virada, totalizando cerca de 2 horas e 40 minutos na disputa.

Ela também foi sempre muito sincera e verdadeira, quando sentia que precisava alinhar algo com algum integrante da tribo, chegava e falava. Mostrando seu espírito de liderança e de capitã, com educação, sabedoria e gentileza, Flávia chegou a chamar seu aliado Vanderlei para aconselhá-lo sobre algumas posturas.

Além disso, a jogadora deu show de pontaria. Em muitas provas que exigiam essa habilidade, ela deixava evidente que tinha domínio na prática. Seu dom foi essencial para que sua equipe fosse a campeã de uma das outras Prova da Imunidade que enfrentaram.

 

Participante dá show em pontaria. | Foto: divulgação Gshow.

 

Desafios precisaram ser encarados também. Em uma das disputas que ocorreram, em que era necessário os competidores cavarem para avançarem para a próxima etapa, Flávia foi atacada com areia no rosto por parte da tribo adversária.

“Não vi de onde veio, porque eu estava muito concentrada na prova. Mas senti uma bolada de areia no meu rosto. Os outros membros da minha equipe estavam bem indignados, porque eles disseram que foi proposital”, ressaltou a participante.

Contudo, isso não foi suficiente para desestabilizá-la. Mesmo após esse acontecimento, ela mostrou que não tem areia na cara que a pare. Continuou com muita garra e força até o fim, ajudando sua tribo a levar vitória e a ficarem imunes mais uma vez.

 

Flávia é acertada com areia no rosto. | Foto: divulgação Gshow

 

Ela também chegou a surpreender pela sua força física. Em uma certa Prova do Privilégio, a competidora foi uma das escolhidas para pegar os cubos da dinâmica e montar uma torre a partir deles. Ela se mostrou determinada, fez muito esforço, carregou peso e deu uns pulos que chamou a atenção de seus companheiros do No Limite. Vanderlei comentou: “Todo mundo fez tudo, mas o nome dessa prova foi Flávia. Ela se destacou no final”.

Quem mais ficou extasiado foi o público aqui de fora, assim como a Fabi, do vôlei. “Jogamos juntas em Campos, em 2004/2005. Flávia sempre foi muito persistente, tem uma garra fora do comum. Levou toda a sua vivência esportiva para além do esporte. Tudo que ela faz é com muita entrega, dedicação e respeito”, expressou.

 

A ex-jogadora de vôlei se destaca pela força física. | Foto: divulgação Gshow.

 

Na Prova da Comida, a prova mais aguardada pelo público, a paulista foi destaque também. Para pontuar, os participantes tinham que comer tudo que oferecido. Flávia ficou encarregada de comer língua de bode e o prato típico da culinária chinesa, o ovo de 100 dias.

“Língua de bode e ovo de 100 dias… eu não sabia nem o que pensar. Sabia que seria estranho, mas foi um pouco pior, principalmente em relação ao ovo, porque eu já tenho muita aflição do cheiro que ele deixa nas coisas”, comentou. Mas ela deixou de lado sua repulsa às comidas e com rapidez, garantiu o primeiro ponto da Tribo Sol.

 

Flávia encara iguarias com rapidez. | Reprodução: Twitter TV Globo

 

Sua agilidade deixou famosos enlouquecidos nas redes sociais. “Gigante Flávia, gigante”, vibrou Viegas, participante do BBB 2018 e segundo colocado do No Limite 2021.

Juliette, vencedora do BBB 21 comentou: “Minha gente, pelo amor de Deus, o povo comeu minhoca viva, ovo podre… Vai mulher… Meu Senhor, quem toparia isso aí?. Para completar, ela ainda falou “Essa mulher é uma guerreira, viu?”.

Recentemente, ocorreu a fusão das duas tribos, formando a Tribo Estrela, da qual a Flávia pertence agora, entrando para o TOP 10.

E essa nova fase do programa conta com competições individuais. Em uma delas, a Jeep fez uma prova que exigia resistência, concentração, equilíbrio e força. A especialista em Terapias Integrativas deu o sangue e foi a última mulher a sair da disputa, com mais de 4h de duração.

 

Participante é a última mulher a sair da prova após 4h na disputa. | Reprodução: Globoplay.

 

Flávia, durante toda sua trajetória, buscou sempre manter sua coerência com o jogo e com seus princípios. Assim como também soube separar as coisas, o que pertencia e o que não pertencia ao jogo. O participante Pedro, nessa reta final, estava em conflito com o grupo. Mas a paulista, mesmo sem estar próxima dele e sem entender a movimentação de jogo do zootecnista, não deixou de prestar apoio emocional. “Foi muito legal construir com você, não somente no sentido material, mas para a vida. Uma coisa é diferente da outra, separe as coisas em paz no seu coração. Você é um guerreirão, de verdade. Obrigada por tudo mesmo”, consolou.

Além disso, Lucas estava com uma infecção na perna e isso poderia interferir no desempenho dele, o que o deixou muito chateado. Mas a ex-jogadora de vôlei prontamente foi dar palavras de conforto a ele.

Flávia Assis foi guerreira, demonstrou toda sua determinação e seu senso de liderança e encarou seus limites no programa. Ela se superou lá dentro e ainda evoluiu como ser humano. Não à toa carrega o apelido de “Flávia Animal”, por sua força e potência. A massoterapeuta é mais uma participante que deixa legados na história do No Limite.

Higor Vicente

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

%d blogueiros gostam disto: