Juliah divulga versões para as canções e artistas que inspiraram mixtape “Facetime”

Apostando no amor além do físico em sua nova mixtape, “Facetime”, a revelação do R&B brasileiro, Juliah, está exaltando todas as músicas e artistas que inspiraram sua carreira musical até aqui que culminaram no projeto autoral. “If you let me”, de Alina Baraz, “Focus”, da H.E.R, e “Várias queixas”, dos Gilsons, já estão disponíveis em produção intimista nas suas redes sociais.

Além de suas próprias inspirações, a artista também vai gravar e realizar a sua releitura de sugestões enviadas pelos seus seguidores. Então, se você quer ver alguma de suas músicas preferidas com uma nova e autêntica roupagem, vale pedir para Juliah, sua vontade pode ser atendida.

Mixtape “Facetime”

Com quatro canções autorais e inéditas, o projeto chega a todos aplicativos de música nesta sexta-feira, com direito a clipe no Youtube da faixa “perigo!!!”. Com grandes influências de Kali Uchis, Alina Baraz e H.E.R e um toque tropical, “Facetime” tem como objetivo levar os ouvintes para uma dimensão divina, onde só se sente o amor, sem espaço para sombras, ansiedades e preocupações, um mergulho no agora, no ser intenso, no se deixar, se permitir. “Fecho o ep com a música “kilig.” uma palavra sem tradução que vem do Tobago, significando ‘A sensação de borboletas no estômago, geralmente quando algo romântico acontece’, e é o que eu tento trazer desde a primeira música”, explica Juliah.

Além dos áudios das quatro faixas, Juliah ainda disponibiliza o clipe de “perigo!!!”. “A música conta a história de uma paixão meio proibida. Enquanto as duas primeiras faixas trazem o relacionamento à distância, esta fala sobre uma paixão temporária por alguém que tanto tentou encantar, e que a personagem sabia que não podia ‘deixar entrar’ porque essa pessoa poderia tomar conta de seus sentimentos, mas no fundo ela já tem a pessoa que ela ama. No clipe trago o ouvinte para dentro do onírico, num mundo de sonhos dentro da minha cabeça. Algo meio Mulholland Dr. encontra fantasia”, completa.

De família evangélica e criada cantando em igrejas por todo o Brasil, Juliah subiu ao palco pela primeira vez aos três anos de idade. Com oito anos, já tinha o sonho e a certeza de que seguiria a carreira musical. Aos 17 anos, se mudou sozinha para os EUA para estudar música no Institute of Audio Research, em Nova York. Formada, passou a estagiar e tomar frente de sessões de gravações no prestigiado estúdio Dubway Studios, e operar som ao vivo da Sofar Sounds por toda Nova York, sendo interrompida apenas pela pandemia de Covid-19, em 2020, quando decidiu retornar ao Brasil para se lançar nacionalmente. Em Janeiro de 2022, Juliah lançou o single “Sair Por Aí” de seu EP de estreia “Nunchi”, o qual tem produção de Aloizio Lows, à frente do beat; produção vocal da própria Juliah; e mixagem e masterização de Bernardo Martins.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *