Blanco fala sobre “Morena” e o feedback do público

A parceria entre Blanco e Kiim Venus no som intitulado “Morena”, lançada no início deste mês, está bombando e deixando o público curioso. Com uma batida que integra diferentes ritmos, a música tem uma musa inspiradora para a letra e até mesmo o nome que leva a canção. “Morena” já está disponível em todas as plataformas digitais.

A nova faixa, resultado da parceria entre os artistas, é repleta de sentimentos e sensualidade. Ao falar de uma morena especial em sua vida, Blanco canta sobre suas experiências e momentos com a musa inspiradora em um ritmo que mistura r&b, funk e reggateon.

“Com quase um mês de lançamento, fico muito feliz de ver o feedback do público que está curtindo muito o som desde que saiu. ‘Morena’ foi escrita pensando em uma morena especial, mas a galera vai continuar curiosa, é tudo o que eu posso dizer. Quem nunca teve o coração balançado por uma morena, afinal!? (risos). Falar sobre pessoas que me marcam nos meus trabalhos é o que eu mais gosto de fazer ao compor”, diz Blanco.

Blanco e Kiim já haviam trabalhado em parceria em outra música e também em outro projeto como produção. O gosto e a forma de trabalhar parecidas não poderiam resultar em nada menos que muito sucesso. “Minha parceria com o Kiim já vem de um tempo. É muito interessante como nossos gostos se parecem e sempre fica um resultado que a galera curte ouvir. Foi assim em ‘Vc Poderia Ter Ficado’, que inclusive foi nosso primeiro som juntos. Agora com ‘Morena’ tenho a mesma impressão”, conta Blanco.

Nas redes sociais, Blanco recebe o carinho da galera que tem escutado e compartilhado “Morena”. O feedback dos ouvintes é o termômetro fundamental para os artistas, sendo gratificante perceber que o trabalho e, principalmente, os sentimentos depositados no projeto atingem o público de forma especial.

“Como eu disse, ‘Morena’ fala sobre uma pessoa que me marcou e sobre o verão, além de ser uma música que conseguimos misturar ritmos tão bem. Saber que a galera está curtindo tanto quanto a gente, é muito legal e dá mais vontade de continuar produzindo e compondo.”, conclui. 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *